Cenário energético: análise da Firjan mostra aumento de 0,05% no nível dos reservatórios – SINDUSCON-SF
UTF-8
Sistema FIRJAN
MENUMENU

NOTÍCIAS

Cenário energético: análise da Firjan mostra aumento de 0,05% no nível dos reservatórios



O ONS (Operador Nacional do Sistema), órgão responsável pela operação do sistema interligado nacional (SIN), indica que o nível dos reservatórios do sistema está em 23,70% – índice que, em agosto, estava em 31,16% – com um aumento de 0,05% desde o último levantamento. Nessa última semana houve uma melhora nas precipitações, que ficaram acima da média histórica. Assim, a expectativa é de que os reservatórios do Sudeste/Centro Oeste, responsável por 70% da capacidade de geração hídrica do país, cheguem ao fim do mês com 15,2%, um aumento de 2,6 pp em relação a semana passada. A carga de energia do mês de outubro deve apresentar queda de de 0,1% em relação ao mesmo período de 2020. Embora tenha ocorrido uma melhoria todas as termelétricas disponíveis continuam operando contribuindo com 35% da geração total de energia do SIN.

Ainda de acordo com o ONS, as medidas operativas adotadas, como a antecipação de cronogramas de obras e manutenções em usinas termelétricas, a flexibilização de vazão e geração hídrica em diversas bacias do sistema, o despacho de usinas termelétricas sem contrato, a redução dos parâmetros de segurança da operação, aumentando limites do intercâmbio energético do Nordeste e Norte para o Sudeste, contribuíram para a melhora do cenário. Destaca-se a contribuição do setor industrial que através do programa de redução voluntária da demanda irá deslocar 720 MW do horário de ponta. Esse deslocamento é um pouco maior do que a capacidade instalada de uma usina como Angra 1, podendo abastecer o consumo de cerca de 1 milhão de habitantes. Não obstante a melhora no cenário energético é imprescindível que as medidas emergenciais permaneçam e perdurem ao longo do ano de 2022.

Fonte: Firjan.

Compartilhe: